Astrônomo que previu apocalipse dá nova data para o fim do mundo

Apesar das afirmações do astrônomo cristão David Meade de que o mundo acabaria em 23 de setembro, a Terra parece continuar a girar.

Mas, apesar das evidências, Meade não renuncia à sua teoria: diz que a data estava errada. O mundo vai se acabar em outubro.

Em seu site, Meade afirma que a sua previsão original sobre o fim do mundo em 23 de setembro marcou o dia que lançaria uma série de eventos catastróficos que eventualmente levarão à morte da Terra. Agora ele diz que a “ação” real começará em 15 de outubro.

De acordo com a previsão inicial de Meade, o planeta chamado Nibiru, ou o Planeta X – mantido em segredo pela NASA, afirma — colidiria com a Terra em 23 de setembro. Meade baseou a sua previsão em versos e códigos da Bíblia que supostamente indicaram o dia 23 de setembro como uma data significativa.

“É possível que até o final de outubro estejamos prontos para entrar em um período de tortura de sete anos, que será seguido por um milênio de paz”, disse Meade citado pela revista Time.

“O mundo não terminou, mas o mundo como conhecemos acabou. Uma parte importante do mundo não será a mesma a partir de outubro”, segundo Meade. O bibliógrafo tenta justificar a sua conclusão com vários furacões, terremotos e até mesmo com eclipse solar.

Em numerosas ocasiões, cientistas negaram a existência do planeta Nibiru. A NASA repetidamente emitiu comunicados que excluem a possibilidade deste corpo celeste, explicando que, se fosse real, os astrônomos teriam percebido o perigo à Terra há muitos anos.

Fonte: Sputnik