Atentado em Londres deixa mortos e feridos

Cerca de 15 viaturas de polícia se encontram no cartão postal londrino, localizado na parte central da cidade. Há relatos de disparos. De acordo com relatos de internautas, um furgão branco avançou contra pedestres que transitavam pela ponte, ferindo pelo menos 20 pessoas. A BBC também reportou que “há mais de uma vítima fatal”.

A repórter Holly Jones estava na área quando o ataque ocorreu. Ela disse à BBC que um homem estava dirigindo o furgão e que transitava a “aproximadamente 80 quilômetros por hora” quando jogou o veículo contra as pessoas.

​”Ele bateu em duas pessoas na minha frente e depois três atrás”, testemunhou Jones, relatando que os feridos estavam sendo tratados por paramédicos.

Um jornalista do periódico The Sun presente no momento do incidente contou ter visto o motorista ser conduzido à força pelos policiais. O incidente já é chamado por autoridades e pela mídia britânica como atentado terrorista.

Segundo as primeiras informações, pelo menos cinco pessoas. Ainda não há confirmação sobre o estado de saúde das vítimas. ​

Incidente coordenado

A Polícia Metropolitana Londrina confirmou que atende a uma segunda ocorrência ao mesmo tempo, desta vez no Borough Market, onde duas pessoas teriam sido esfaqueadas. Testemunhas oculares confirmam terem visto vítimas deitadas no chão, recebendo atendimento médico. O restaurante fica cerca de 500 metros de distância da ponte.

A BBC News informou que a polícia procura por três suspeitos “possivelmente armados”, suspeitos de participação nos incidentes. O gabinete da primeira-ministra divulgou um breve comunicado à imprensa informando que Theresa May, que estava em evento de campanha, voltou à residência oficial em Downing Street e está se atualizando sobre os eventos com autoridades londrinas.

Fonte: Sputnik