Atos Fora Temer e Diretas ganham eco no exterior

Após as denúncias envolvendo o Presidente Michel Temer, a população tomou conta das ruas das principais capitais do País, para pedir a sua renúncia e eleições diretas. Os primeiros atos ocorreram na própria quarta-feira (17), logo após as denúncias divulgadas pelo jornal “O Globo”. Na quinta-feira (18), após Temer negar renunciar, ocorreu uma nova onda de protestos. São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e outras cidades tiveram grandes manifestações pedindo a saída do golpista e eleições diretas.

Face a repercussão da notícia na mídia, a comunidade internacional abraçou a luta em defesa da democracia e manifestações estão crescendo no exterior.

Em Bolonha, na Itália, uma manifestação está marcada para o dia 20 de maio, a partir das 12h, na Praça Maggiore. Já em Bogotá, brasileiros e colombianos marcaram ato para o mesmo dia, a partir das 16h, na Praça de Bolívar.

No Canadá, a cidade Westmount também está engajada na luta por Diretas Já! O evento será realizado no dia 21 de maio, na Westmount Square, a partir das 14h.

Em Córdova, na Argentina, o Fora Temer está marcado para o dia 22 de maio, às 15h, na Praça Pringles. Já na capital portuguesa, a mobilização também será no dia 22 de maio, na Praça Luís de Camões, a partir das 18h.

Mobilizações pelo Brasil

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), junto com as outras entidades da Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, convocam grandes mobilizações em todo o Brasil para o domingo (21) pedindo a saída do presidente Michel Temer (PMDB). Dezenas de cidades Brasileiras já tem atos convocados para os próximos dias.