Bloco da Lama faz alegria dos foliões em Paraty

O Bloco da Lama em seu 31º ano de vida, saiu neste sábado (25), pelas ruas do bairro Pontal e Jabaquara em Paraty (RJ) com sua performance remetendo aos primórdios de nossa origem, trazendo efeitos especiais de sinalizadores junto ao andor principal, como referencial da tribo da lama. Foto: Fábio Gonçalves

De Solidário, por Fábio Gonçalves (Enviado)

Publicado em 01 de Março de 2017

O Bloco da Lama em seu 31º ano de vida, saiu neste sábado (25), pelas ruas do bairro Pontal e Jabaquara, em Paraty, cidade fluminense do Rio de Janeiro, com sua performance remetendo aos primórdios de nossa origem, trazendo efeitos especiais de sinalizadores junto ao andor principal, como referencial da tribo da lama.

Foi num sábado de carnaval, no ano de 1986, alguns amigos brincavam de lama no mangue da  Praia do Jabaquara, quando perceberam que estavam irreconhecíveis, e saíram pelas ruas do Centro Histórico fazendo algazarra. De lá para cá, o que começou com uma brincadeira de amigos virou tradição no Carnaval da cidade. A proposta do Bloco é trazer a ideia de seres, quase pré-históricos, que saem pelas ruas, com calçamento em pé- de- moleque. Segundo os organizadores a ideia é levar alegria e espantar os maus fluidos do carnaval.

Arrow
Arrow
Bloco da Lama em Paraty - Foto: Fábio Gonçalves
ArrowArrow
Slider

Paraty (RJ) 

Paraty fica a 258 quilômetros da capital, a cidade do Rio de Janeiro. A cidade foi fundada durante o período colonial brasileiro (1530-1815), sede do mais importante porto exportador de ouro do Brasil. Por estar localizada quase ao nível do mar, a cidade foi projetada levando em conta o fluxo das marés. Como resultado, muitas de suas ruas são periodicamente inundadas pela maré. A cidade, tombada, como Patrimônio Histórico Nacional, além do animado Carnaval, e o Circuito da cachaça, ficaram mundialmente conhecida pela sua beleza, e o Festa Literária de Paraty (Flip).