Coluna Caleidoscópio SolidáRio

Mostra Sesc de Cinema

Ainda dá tempo se de inscrever na Mostra Sesc de Cinema. Segundo os organizadores, a mostra tem como objetivo contribuir para o campo audiovisual, sendo um espaço de lançamento e promoção de artistas de todo o país. Podem concorrer curtas e longas- metragens de produção brasileira independente, que não tenham entrado em circuito comercial de exibição. As inscrições vão até o dia 15 de janeiro. O edital e a ficha de inscrição podem ser encontrados no site

http://www.sesc.com.br/portal/site/mostradecinema#inscricoes

“Gritos”

A peça “Gritos” continua em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) até o dia 16 de janeiro de 2017 (quarta a domingo, às 19h). O espetáculo é formado por três poemas gestuais metafóricos, criados a partir de um tema: o amor. Os poemas – Os três gritos – são permeados pelas pessoas invisíveis na sociedade, o preconceito, o desprezo e os refugiados da guerra, e são revelados por meio de uma partitura gestual sutil e minuciosa. A Companhia Dos à Deux, cujos diretores são André Curti e Artur Luanda Ribeiro, é responsável pela apresentação. Haverá sessões extras nos dias 2, 9 e 16 dejaneiro, às 19h. Preço do ingresso: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Oficinas gratuitas

Quem tiver interesse em participar das oficinas gratuitas da 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes já pode se inscrever. São 240 vagas, divididas em dez modalidades, como as oficinas aos públicos adulto e jovem. Ao público adulto: “Direção de atuação para o cinema”, “Noções básicas de montagem e edição”, “Trilha sonora aplicada”, “GIF Lumiére – Mostra Tiradentes 20 anos”, “Assistência de direção”, “Realização em curta digital”. Para o público jovem, as oficinas oferecidas são: “Cinema, artes plásticas e meio ambiente”, “Pinhole: fotografia sem câmera”, “Por trás da câmera”, “Animadíneos – stop motion”. Mas é necessário correr porque as inscrições poderão ser feitas só até o dia 5 de janeiro. O formulário da inscrição está disponível no site www.mostratiradentes.com.br

Inscrições abertas

Estão abertas até o dia 30 de janeiro as inscrições para o Programa Petrobras Distribuidora de Cultura. Podem inscrever-se pessoas jurídicas com projetos aprovados pela Lei Rouanet. O programa, feito em parceria com o Ministério da Cultura, visa a contemplar projetos teatrais profissionais e não inéditos nas categorias adulto e infanto- juvenil que apresentem relevância para o cenário cultural brasileiro. A verba total oferecida é de R$ 15 milhões. Não há limite de número de projetos a serem inscritos. As inscrições serão feitas apenas pela internet no site www.br.com.br/cultura

Música na Laura

A rapper Lica Tito se apresenta com o show “Divas do Soul” na Casa de Cultura Laura Alvim no dia 17 de janeiro, às 20h. A apresentação faz parte da série “Música na Laura”. Quem for ao espetáculo verá Lica interpretando músicas imortalizadas por grandes cantoras, como Nina Simone, Lauryn Hill e Rihanna. A cantora será acompanhada pelo quarteto formado por Lucas Nunes (teclados), Rafa Oliveira (bateria), Juliano Moreira (guitarra) e Matheus Alcântara (baixo). Classificação etária: 16 anos. Preço: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Feira Gastronômica

A Areninha Carioca Hermeto Pascoal abrigará a 1ª Feira Gastronômica de Bangu, com muita diversão, moda, música, poesia, artesanato e espaço para as crianças. Nos dias 14 e 15 de janeiro, além das delícias gastronômicas e cervejas artesanais, os visitantes também verão shows como o DJ Marcelo Fino, além de outros artistas convidados, como “LosBu rricas”, banda revelação da Zona Oeste do Rio. Também está programado para acontecer um desfile no “Palco da Lona” com as marcas dos expositores. O evento começará às 13h e segue até as 23h. Avenida Santa Cruz, Praça 1º de Maio, s/nº – Bangu/ RJ. Entrada franca.

Festival Sundance

O longa brasileiro “Não Devore meu Coração!” participará do Festival Sundance de Cinema, principal janela para filmes produzidos fora dos Estados Unidos. O evento acontecerá entre 19 e 29 de janeiro, em Park City, Utah. A história tem direção e roteiro de Felipe Bragança, que se inspirou nos contos de Joca Reiners Terron. No elenco, nomes como Leopoldo Pacheco e Cláudia Assunção. A película conta ainda com a presença do cantor Ney Matogrosso, que faz uma participação especial. Em 1978, Robert Redford implantou o festival com o intuito de ajudar novos cineastas, dirigindo o evento para as produções independentes. O público brasileiro poderá ver o filme a partir do segundo semestre de 2017.

Artigo anteriorO segundo estupro de Lady Gaga e Maria Schneider
Próximo artigoFábrica de Treinadores
Carla Giffoni: Jornalista, escritora e roteirista. Atuando há 20 anos como jornalista nas Editorias dePolítica, Polícia, Economia, Cultura e Cidades, em revistas, jornais, sites e emissora de TV, entre eles: Tribuna da Imprensa, Revista Menorah, repórter do Portal de Notícias SolidáRio, TV Bandeirantes (BM), jornal A voz da Cidade, Rádio do Comércio. Colaboradora do roteirista José Carvalho no filme “Vidas partidas”; colaboradora do roteirista Doc Comparato para o projeto “Peritos da Verdade”. Pós-graduada em Jornalismo Cultural e em Roteiro para Cinema e TV (UVA); graduada em Comunicação Social – habilitação em Jornalismo – e também em Letras/Formação de Escritor (PUC-RJ).
COMPARTILHAR