Coluna Estante

Publicado em 27 de Dezembro de 2016

Dois irmãos (Companhia das Letras):

Livro interessante para se ler nesse período de feriado prolongado pelas festas de final do ano. O romance do escritor amazonense Milton Hatoum foi lançado em 2000 e no ano seguinte já recebeu o Jabuti, um dos mais celebrados prêmios literários do país. A narrativa conta a relação conturbada entre os irmãos Yaqub e Omar, que vivem em Manaus. Eles fazem parte de uma família de ascendência libanesa, composta também pelo pai Halim, a mãe Zana e a irmã Rânia, além da empregada Domingas e seu filho Nael, que é o narrador da história. Você encontrará nas páginas deste livro uma narrativa psicológica densa, na qual estão presentes uma relação de ciúmes, inveja, orgulho, desejo e morte. E se você gosta de ler o livro e depois ver a adaptação na telona ou telinha, terá a oportunidade, porque a TV Globo já anunciou o lançamento da minissérie em janeiro, que terá dez episódios. A obra para o audiovisual foi criada em conjunto por Hatoum, o diretor Luiz Fernando Carvalho e a roteirista Maria Camargo.


Economia popular e solidária – a alavanca para um desenvolvimento sustentável (Editora Perseu Abramo):

Os autores João Cláudio Tupinambá Arroyo e Flávio Camargo Schuch, graças às suas experiências na área do crédito popular, relatam iniciativas e apresentam a conceituação de economia solidária, de microcrédito e de desenvolvimento sustentável. São milhares de brasileiros que vivem na informalidade e têm buscado no microcrédito uma saída para viabilizar projetos de negócios de pequeno e médio porte. Editada em 2006, a obra faz parte da coleção Brasil Urgente da Editora Perseu Abramo.


Inês (Companhia das Letrinhas):

Nesse Natal, que tal dar de presente um livro para seu filho, neto, sobrinho ou qualquer criança de seu convívio, seja menino ou menina?

Uma boa dica é o premiado Inês, de Roger Mello. A obra foi agraciada com dois dos mais renomados prêmios literários do país: a Academia Brasileira de Letras e também o Prêmio Jabuti, na categoria livro infantil. Além disso, em outubro, a história recebeu o prestigiado selo White Ravens, concedido anualmente pela International Youth Library, de Munique, na Alemanha. Com ilustração de Mariana Massarani, o autor conta a história do príncipe português Pedro e da nobre galega Inês de Castro, executada a mando do rei de Portugal dom Afonso IV. Pedro, ao se tornar rei, determina que Inês seja coroada rainha póstuma de Portugal. Apesar de a história original ser uma tragédia, Roger consegue, através de uma das filhas do casal, Inês e Pedro, a menina Beatriz, abordar o tema de uma maneira leve, utilizando um tom poético. O texto flui com delicadeza e poesia, mostrando que talvez Inês não esteja tão morta assim, já que sua história e vida repercutem.

Artigo anteriorIniciativa Waldorf :  uma escola inovadora
Próximo artigoBrasil deverá aproximar relações com EUA em 2017

Carla Giffoni: Jornalista, escritora e roteirista.
Atuando há 20 anos como jornalista nas Editorias dePolítica, Polícia, Economia, Cultura e Cidades, em revistas, jornais, sites e emissora de TV, entre eles:
Tribuna da Imprensa, Revista Menorah, repórter do Portal de Notícias SolidáRio, TV Bandeirantes (BM), jornal A voz da Cidade, Rádio do Comércio. Colaboradora do roteirista José Carvalho no filme “Vidas partidas”; colaboradora do roteirista Doc Comparato para o projeto “Peritos da Verdade”. Pós-graduada em Jornalismo Cultural e em Roteiro para Cinema e TV (UVA); graduada em Comunicação Social – habilitação em Jornalismo – e
também em Letras/Formação de Escritor (PUC-RJ).

COMPARTILHAR