Início Colunistas Editorial: Governo golpista e entreguista

Editorial: Governo golpista e entreguista

Após o golpe que tirou do poder a presidente Dilma Rousseff, democraticamente eleita, o Brasil tem vivido um retrocesso total, pois o presidente sem voto Michel Temer – como já era esperado – está acabando com todos os projetos sociais do governo anterior, cortando investimentos, o que os impede de funcionar em toda a sua plenitude. Com isso, a tendência é ir sumindo aos poucos, pois perdem a força. Uma estratégia desumana, para dizer o mínimo. Grassa a mediocridade.

No governo passado o Brasil experimentou  uma inclusão social digna de nota, com a expansão do crédito e do consumo, apenas para citar dois exemplos.

Mas a partir do governo Temer e sua choldra ignóbil, tudo mudou. Para pior. Não há o mínimo respeito pelo interesse público. Vale tudo para impor seus projetos, na verdade, medidas impopulares que interessam apenas ao mercado financeiro e ao capital internacional.

O governo tenta impor uma Reforma da Previdência – aumentar o tempo de trabalho e retirar direitos –  sem nenhum amparo teórico e técnico. Faz terrorismo quando afirma que se a reforma não for realizada, a previdência vai quebrar. Não é verdade! A previdência não é deficitária.E isso já provado com todas as letras pela Anfip – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal. O que o governo deveria fazer e não faz é combater a sonegação. Assim como o tucano Fernando Henrique Cardoso, que tentou restringir direitos dos trabalhadores, Temer segue o mesmo caminho. Difícil avaliar quem é mais desumano e entreguista.

O monopólio midiático, com a prestimosa ajuda do judiciário, manipula a informação. Tentam passar para o povo que a crise econômica, o desemprego, a corrupção, enfim, tudo que é negativo, é culpa do PT.  Risível!

Deixe uma resposta