Equador irá naturalizar Julian Assange

A ministra das Relações Internacionais do Equador, Maria Fernanda Espinosa, confirmou nesta quinta-feira (11) que Julian Assange irá receber cidadania do equatoriana.

Foto: Divulgação/redes sociais

O fundador do WikiLeaks está confinado na embaixada do Equador em Londres, Inglaterra, desde 2012. Assange buscou refúgio no local pós perder todos os recursos no Reino Unido contra sua extradição à Suécia — onde foi acusado de crimes sexuais. Ele afirma que pode ser enviado da Suécia aos Estados Unidos e, então, ser condenado à morte por publicar milhares de documentos sigilosos.

A chanceler equatoriana disse temer pela vida de Assange e afirmou que ele não irá deixar a embaixada já que não há como garantir sua segurança.

O Equador está buscando uma solução “digna e justa” com o Reino Unido para o caso do fundador do WikiLeaks, falou Maria Fernanda Espinosa em coletiva de imprensa. A chanceler também contou que Quito pediu ao Reino Unido que Assange receba status diplomático, mas a solicitação foi negada.

“O Equador sabe que a forma de resolver esse assunto é Julian Assange deixar a embaixada e enfrentar a justiça”, afirmou o o porta-voz britânico de relações exteriores.

Fonte: Sputnik

Deixe uma resposta