Expo Kids e Baby Expo alcançaram sucesso de público

Eventos movimentaram a comercialização de produtos infantis

Matéria Evento Expo Kids e Baby Expo
Público visitante conheceu a variedade de produtos e serviços. Foto: MB Comunicação Empresarial

Por Marcos Bedin- Chapecó/SC 

Os quatro dias de programação da EXPO KIDS – feira especializada no público infantil e a da BABY EXPO – voltada para gestantes e bebês encerraram superando as expectativas da organização. Cerca de 22 mil pessoas passaram pelo Parque de Exposições Tancredo Neves (Efapi), em Chapecó.

Milhares de famílias se divertiram com atrações planejadas especialmente para o mundo de papais, mamães, gestantes e filhos. Mais de 50 expositores de todo o País estiveram presentes com a exposição de produtos e serviços de alta qualidade. A programação também contou com especialistas que forneceram informações relevantes para o desenvolvimento das crianças.

Com espaços lúdicos, interativos e divertidos as crianças e bebês viajaram por um mundo de coisas legais aliando o conhecimento e a imaginação. Parque de diversões, festival gastronômico, espetáculos musicais, minifazenda, corrida de engatinhar e desafio da troca de fraldas foram apenas algumas das inúmeras atrações. “Buscamos promover a imersão das famílias um universo de descobrimentos e estímulos permitindo a troca de conhecimento e experiências por meio de jogos, brincadeiras, oficinas, teatros, danças e muita diversão.  Educação, arte, cultura, música, culinária, esporte, lazer e muito mais atrações estiveram reunidas nos quatro dias”, observou o coordenador geral da feira, Leonardo Rinaldi.

A BABY EXPO foi a grande novidade em 2017. A feira complementou a extensa programação da EXPO KIDS com produtos e serviços focados no público baby. “Ampliamos a abrangência da feira a fim de atender as necessidades dos visitantes. Devido ao grande sucesso e receptividade da BABY EXPO a intenção é expandir a participação de empresas com a oferta de produtos e serviços e as programações para a próxima edição. A intenção para 2018 é aumentar o mercado baby em Chapecó e região, demonstrando a importância desse segmento”, ressaltou Rinaldi.

O coordenador geral salientou que a EXPO BABY é mais uma feira que entrou no calendário anual de eventos do município de Chapecó. “A expectativa é duplicarmos o número de expositores na próxima edição, onde somadas as duas teremos mais de 100 expositores. Queremos estimular o comércio local e regional de todas as empresas que fornecem produtos e serviços para esse segmento”.

Gerando resultados

A empresária Daniela Magalhães avaliou como satisfatória a participação. Nos quatro dias ela vendeu mais de 150 peças de jeans infantil. As roupas são fabricadas por ela e pelo marido, Naldo Magalhães, em Chapecó. Há dois anos no mercado a venda é feita direta ao consumidor final e, para eles, participar da feira foi uma maneira de divulgar a marca. “Vendemos bem mais do que esperávamos, como somos novos no mercado a feira abriu as portas para que as pessoas conhecessem nosso trabalho”, contou Daniela.

Quem também saiu satisfeito com a feira foi o empresário Tiago Ogliari do studio de fotos, Blue Photos. A empresa de Canoas (RS), expôs pelo segundo ano consecutivo. Durante os quatro dias foram produzidas mais de 90 fotos, os clientes ganharam uma foto 15×21 de graça e as demais poderão ser adquiridas em álbuns fechados posteriormente. Com a experiência do ano passado, o empresário estima vender cerca de 80% do trabalho que foi realizado durante a feira. “Foi ótimo. A organização nos auxiliou bastante e isso foi importante para obtermos o resultado que havíamos previsto”, disse Ogliari.

Promoção e realização

As feiras tiveram promoção e organização da Zoom Feiras & Eventos e realização do Centro Comunitário dos Bairros Saic e Jardim Itália. Foram patrocinadores a Cooperativa Central Aurora Alimentos, a Sicredi Região da Produção, a Unimed e os Supermercados Brasão. O patrocínio cultural foi da Têxtil Oeste. O evento integrou a programação dos 100 aBnos de Chapecó e contou com o apoio da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (SICOM), da Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL), da Prefeitura Municipal de Chapecó e do SESI entidade do Sistema da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).