Febre amarela pode ter matado uma pessoa em São Gonçalo

Uma pessoa pode ter morrido em decorrência da febre amarela em São Gonçalo, cidade da região metropolitana do Rio. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a paciente Marli Brito da Silva deu entrada na Unidade Municipal de Pronto Atendimento (UMPA), do bairro Nova Cidade, e morreu cinco horas após diagnóstico de infecção generalizada.

De acordo com a secretaria, a causa da morte só poderá ser confirmada após o resultado da sorologia realizada pela Fiocruz, que deve ficar pronta em pelo menos uma semana. Pode ser o primeiro caso da doença confirmado na cidade.

A partir desta terça-feira (23/01), 38 salas de vacinação de um total de 70, participam do atendimento ao público. Somente no dia D (sábado), a vacinação acontecerá nas 70 salas de vacinação do município.

Fonte: PMSG

Edição: Wagner Sales