Final do Outono com ligeira mudança no tempo entre o Sul e Sudeste do Brasil

A nebulosidade aumentará em todo o RS e haverá períodos de chuva, sem volumes significativos. Entre parte de SC e do PR o tempo mudará na parte da tarde/noite. Sobre o norte da Região Norte do Brasil persistirá a condição para pancadas de chuva e no leste do Nordeste chuva em alguns pontos, mas sem volumes significativos também. Nas demais áreas do Brasil o tempo permanecerá seco. A temperatura estará em queda no sul do RS.

Na imagem de satélite, nota-se nebulosidade sobre o Atlântico Equatorial, parte da Venezuela, Guianas e AP associada a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Sobre parte do norte da Região Norte do Brasil, Colômbia e Venezuela, a nebulosidade observada está associada ao padrão de escoamento em altitude. Na faixa leste do Nordeste há nuvens baixas associadas a advecção de umidade do oceano. A ausência de nuvens em grande parte do interior nordestino e Regiões Sudeste e Centro-Oeste é derivada da atuação de uma massa de ar seco. Em alguns setores da Região Sul do Brasil, Uruguai e centro-norte da Argentina, notam-se nuvens médias e altas, associadas aos ventos em altitude. Entre o leste da Argentina e o Atlântico adjacente a nebulosidade está associada a um sistema frontal em superfície, entre o nordeste da Argentina e Uruguai. Um vórtice ciclônico na troposfera média gera nebulosidade entre a região central do Chile e o centro-sul da Argentina.

Observa-se uma onda frontal entre a Argentina, Uruguai, RS e o Atlântico adjacente, associada a um centro de baixa pressão no valor de 996 hPa. Esta onda frontal se conecta a uma frente fria no Atlântico. Cavados são notados na faixa leste do Nordeste e Sudeste do Brasil. ASAS (Alta Subtropical do Atlântico Sul) atua com núcleo de 1024 hPa, inicialmente.

Região Sul: No centro-sul e oeste do RS o dia será de muitas nuvens e chuva periódica. Nas demais áreas do RS e sul de SC o dia será de chuva isolada. No leste de SC e sudoeste do PR o dia será de possibilidade de chuva. Nas demais áreas da região o sol aparecerá entre nebulosidade variável. Temperatura em declínio no sul do RS. Temperatura máxima: 26°C no norte do PR. Temperatura mínima: 12°C em áreas de serra do RS e de SC.

Região Sudeste: No norte do ES, nordeste de MG, sul e oeste de SP. O dia será de sol e variação de nuvens e risco para pancadas de chuvas. Nas demais áreas da região haverá sol e poucas nuvens. Temperatura estável, máxima: 30°C no norte de MG e mínima: 8°C na Serra da Mantiqueira.

Região Centro-Oeste: No sul e sudoeste de MS haverá possibilidade de chuva. No leste de GO e no DF o sol aparecerá entre poucas nuvens. Nas demais áreas da região o sol predominará. Temperatura estável, máxima: 35°C no noroeste de MT e mínima: 13°C no leste de GO e no DF.

Região Nordeste: No noroeste do MA haverá pancadas de chuva à tarde. No litoral leste do RN até litoral da BA o dia será instável, com curtos períodos de sol entre chuva. No leste da região haverá possibilidade de chuva. Nas demais áreas da região o dia será de sol e poucas nuvens. Temperatura estável, máxima: 34°C no norte do MA e mínima: 14°C no interior da BA.

Região Norte: No norte do AM, PA, em RR, no AP o dia será de pancadas de chuva localizadas. No noroeste do PA e interior do AM o dia será de possibilidade de pancadas de chuva à tarde. Nas demais áreas da região o sol irá predominar. Temperatura estável, máxima: 36°C no norte de RO e mínima: 18°C no noroeste do AM.

O destaque deste domingo, (18/06), foi a chuva em parte do leste do Nordeste, principalmente entre o litoral norte de AL e litoral de PE, Fortaleza e Natal. Na segunda-feira, (19/06), as chuvas devem ocorrer entre CE, PB e BA;

Chega o final do Outono nesta quarta-feira, (21/06), e as projeções indicam o fortalecimento da ASAS (Alta Subtropical do Atlântico Sul), centro de alta pressão em 500 hPa perpetua com o bloqueio até o final de semana. A frente fria poderá produzir temperaturas amenas de curta duração que em seguida podem voltar a se elevar. O frio que era esperado para o próximo final de semana não deverá influenciar tanto.

Previsões/Predições da Semana:

Segunda-feira, (19/06) – Nebulosidade deverá aumentar no decorrer do dia, devido a aproximação de uma frente fria. Pela madrugada/manhã, haverá condições para a formação de nevoeiros e/ou nuvens baixas entre o Vale e a Serra. Haverá uma pequena chance de chuva no Vale do Paraíba, já no Litoral Norte haverá uma maior probabilidade de ocorrência de chuva, principalmente no período da tarde. As temperaturas estarão estáveis.

=== ATENÇÃO RJ e SP ===

Entre terça-feira, (20 e 21/06) – As chances de chuvas devem aumentar no litoral entre os estados de SP e RJ (Sul do estado, Capital e Serrana) associada a passagem da frente-fria que cria linhas de instabilidade e poderão vir acompanhadas de chuva forte, descargas elétricas intensas, vendavais de 100 km/h e queda de granizo associada a formação de nuvens convectivas, segundo os modelos GFS.

Quarta-feira, (21/06) – Pancadas de chuvas são possíveis ainda de ocorrer de forma fraca e isolada associada a formação de cavado no Sudeste do Brasil;

Quinta-feira, (22/06) – A frente fria se afasta do RJ, cavado trás muita umidade do mar e pode ocasionar em nevoeiros. O bloqueio atmosférico ASAS, significa que as frentes frias poderão ficar bloqueadas e o ar muito quente deverá se perpetuar até o início da próxima semana. Fonte ETA e GLOBAL-CPTEC.

Sexta-feira, (23/06) – A frente fria se afasta do RJ. Cavado pode produzir chuva fraca e isolada na região Norte e Serrana (Nova Friburgo) e influência no ar mais seco.

Sábado, (24/06) – O clima de ar frio permanece por pouco tempo. O dia deverá ser ensolarado na maior parte, com ligeiras nuvens entre as regiões devido à umidade vinda do oceano, com maiores chances entre as regiões Serrana, dos Lagos e Norte que poderá até trazer chuva fraca e isolada.

Domingo, (25/06) – Sol e temperaturas em elevação;

Segunda-feira, (26/06) – O tempo cada vez mais seco, o anticiclone ASAS (Alta Subtropical do Atlântico Sul) ganha força e começa a influenciar o RJ. Mais quente do que o dia anterior;

Terça-feira, (27/06), em diante a confirmar – ASAS, sol com poucas nuvens e muito quente. Modelos ETA e GLOBAL-CPTEC divergem inicialmente e o bloqueio poderá persistir até a semana seguinte.

Colaboração do prof. Douglas V. O. Lessa Paleontólogo do Clima.
Fonte de pesquisa NOAA, GFS, INMET, INPE, ETA, GLOBAL-CPTEC e Marinha do Brasil.