Inglês para jogadores de futebol

A língua inglesa se globalizou a ponto de ser o segundo idioma de diversas pessoas ao redor do mundo, além de ser um dos requisitos fundamentais de muitas empresas na hora de contratar um funcionário e até de clubes esportivos.

Jogadores de futebol aprendem inglês com Novo Aplicativo .

A língua inglesa se globalizou a ponto de ser o segundo idioma de diversas pessoas ao redor do mundo, além de ser um dos requisitos fundamentais de muitas empresas na hora de contratar um funcionário e até de clubes esportivos. Atletas e desportistas, principalmente aqueles que almejam uma carreira internacional, também precisam ter habilidades com o idioma.

Pensando nisso, jogadores dos times mineiros Cruzeiro, Atlético e América encontraram no GetNinjas, aplicativo líder na contratação de serviços no Brasil, a solução para este problema e hoje são alunos do professor de idiomas Jonathan Sodré Herneck, profissional cadastrado na plataforma desde o início de 2015.

Herneck passou a fazer parte do GetNinjas logo após retornar de um intercâmbio nos Estados Unidos. Apesar de lecionar em duas escolas de idioma, ele estava em busca de um bico para complementar a renda e viu no aplicativo uma oportunidade de conseguir mais alunos.

Com isso, conseguiu não apenas novos clientes, como se tornou professor de inglês e português de jogadores famosos no cenário do futebol mineiro, nacional e até mesmo internacional. “O aplicativo superou minhas expectativas logo no início. Em questão de semanas comecei a ter mais alunos do que nas turmas das escolas. Isso tudo porque recebi um contato do pessoal do clube Cruzeiro, que buscava um professor para dar aulas de português aos jogadores estrangeiros”, revela ele que decidiu se dedicar inteiramente como professor autônomo.

Depois que começou a ter sucesso com o aplicativo, as aulas de idiomas se tornaram fonte de renda principal. Com o bom atendimento aos jogadores do Cruzeiro, Jonathan conseguiu indicações para trabalhar com outros times, como Atlético Mineiro e América.

Com a ajuda do app, o professor conseguiu expandir sua área de atuação. Hoje, ele concilia o ensino aos jogadores com aulas remotas para alunos de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e, inclusive, ensina português para um casal que reside nos Estados Unidos.

Com uma demanda que exige comprometimento em tempo integral, o professor chega a dar aulas aos finais de semana – e até de madrugada – para conseguir atender todos os alunos. “Dessa forma, consigo conciliar as aulas à rotina e fuso horário de todos os meus alunos. Chego a ministrar aulas para cerca de 30 alunos por mês”, conta Jonathan.