Lúcia Menezes faz show com participações de Jorge Mautner e José Milton

Lançado no início do ano pela Biscoito Fino, “Lúcia” é seu quarto álbum gravado no Rio, feito com o mesmo time dos três anteriores: produção de José Milton e arranjos e regência de Cristóvão Bastos e João Lyra. Foto divulgação

A cantora Lúcia Menezes apresenta o show – que leva o seu nome – na próxima quarta-feira (23) na Sala Badem Powell. O show terá a participações especiais de Jorge Mautner e de José Milton. Lançado no iníciodo ano pela Biscoito Fino, “Lúcia” é seu quarto álbum gravado no Rio de Janeiro, feito com o mesmo time dos três anteriores: produção de José Milton e arranjos e regência de Cristóvão Bastos e João Lyra, e contando com duas participações especiais: a de Chico Buarque, na sua canção “Desencontro”, e de Miúcha, em “Sonho de Marinheiro”, de João Donato e Fausto Nilo.

Segundo Lúcia, o repertório seguiu seu interesse pela busca de novos nomes e o resgate de artistas importantes da música brasileira,

Lúcia tem sido muito elogiada. Segundo Mautner, que dividirá o palco com ela na quarta, “A voz de Lúcia Menezes irradia não só beleza extasiante, assim como memórias vivas de todas as nossas mitologias cantadas da história do Brasil de todos os tempos. Sua voz e sua interpretação são raras e únicas e, depois de ouvi-la, a sua voz continua em nossos neurônios, ecoando para sempre dentro de nós”.

Além das canções “Desencontro” e “Sonho de Marinheiro”, estarão no show a faixa que abre o CD “Esperança Vã”, canção de Marcello Tupynambá. Lúcia também faz no CD várias releituras de clássicos como “Letra I”, de Luiz Gonzaga e Zé Dantas, composta em 1953, “Sete Cantigas para Voar”, de Vital Farias, “Recado”, de Djalma Ferreira e Luiz Antônio, “Mudando de Conversa”, de Hermínio Bello de Carvalho e Mauricio Tapajós, “Bem-te-Viu”, que Jorge Mautner compôs com Nelson Jacobina em 1974, e “Lourinha”, de Fred Falcão e Arnoldo Medeiros. Além, a cantora apresenta canções inéditas “Devolve”, da compositora brasiliense Angela Brandão e “Viola e Sanfona”, de João Lyra e Paulo César Pinheiro.

No show, Lúcia fará uma homenagem a seu conterrâneo e amigo Belchior, falecido recentemente, que conheceu desde a infância e sempre cantou suas músicas, interpretando algumas de suas canções, uma delas “Paralelas” – a qual foi a primeira a ouvir pela sua relação de amizade próxima dele com toda sua família.  Aliás, foi Lúcia quem cantou em público pela primeira vez a música dele, “Espacial”, ainda adolescente, aos 12 anos, num festival de música em Fortaleza. Lúcia tem no baú (e na memória) mais umas seis músicas inéditas dele, aprendidas nos saraus intimistas nos fins dos anos 1960, regados a café, queijo coalho e papos sobre política e filosofia, que aconteciam na casa de sua família, e vai mostrar algumas delas neste show.

 

CD “Lúcia” nas plataformas digitais

iTunes: http://apple.co/ 2koBU3V
Apple Music: http://apple.co/2jSjhVh
Spotify: http://spoti.fi/ 2jSaLpt
Deezer: http://bit.ly/2kdLsMQ
Napster: http://bit.ly/2kNxvFp
Google Play:http://bit.ly/2kdNDQt

 

Serviço

Lúcia Menezes em show com participação de Jorge Mautner e José Milton

Sala Municipal Baden Powell: Av. N. Sra. de Copacabana, 360, Copacabana/RJ

23 de agosto de 2017, quarta-feira

Horário: 20h

Preço:  R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Vendas antecipadas: na bilheteria do teatro de 4ª a domingo das 14 às 21h ou pela internet em  www.ticketmais.com.br

Classificação: 16 anos