Mercado nerd: uma indústria milionária crescente

Brasil Game Cup (BGC), competição de esportes eletrônicos realizada nesto sabado (08) no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro,RJ.
Muitos já viram séries de TV como Jornada nas Estrelas ou acompanharam filmes como Star Wars, ou então já tiveram experiências de jogos em RPG ou de videogame. Essas são características do chamado mercado dos nerds ou geeks, público que vem em constante crescimento no Brasil e no mundo, cuja demanda já movimenta muitos milhões de reais. Antes vistos como isolados da sociedade, avessos ao contato social, os nerds se tornaram público-alvo de muitas empresas.
Só o mercado de videogames dá uma ideia do tamanho desse mercado. Espera-se que o faturamento dessa indústria chegue perto de algo em torno de US$ 100 bilhões, até o fim deste ano. Além disso, o faturamento do setor já supera a indústria cinematográfica.
Além disso, eventos voltados para o público são cada vez maiores. Em abril, o Rio de Janeiro recebeu uma edição do evento Brasil Game Cup, onde foram realizados campeonatos de jogos de vídeo game, com plateia, narração e comentaristas, não deixando nada a dever para os eventos esportivos tradicionais.
Na disputa, diversos troféus, como o campeonato do jogo Counter Strike: Global Offensive. Na final, a decisão foi disputada entre as equipes Ilha da Macacada Gaming e A Keyd Stars, com vitória da Ilha da Macacada, que venceu fechou em 16 a 14, após seis horas de disputa.
O que também chamou a atenção do evento foi a mostra da história do videogame. Consoles de todos os tipos, desde os primeiros, lançados ainda no começo da década de 70, atraiu muitas pessoas. Uma delas foi o estudante de letras Paulo Roberto Linhares, de 29 anos.“O Atari foi meu primeiro vídeo game e foi bom relembrar os jogos do passado”, disse ele.
Mercado em ascensão
No Brasil, só há perspectivas de crescimento. Segundo dados de pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que o setor de jogos eletrônicos aumenta, em contraste com a situação atual da economia nacional em geral, que sofre com a crise, queda de empregos e pouca perspectiva.
Outra pesquisa, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), intitulada Mapeamento da Indústria Brasileira e Global de Jogos Digitais, mostra que o Brasil é hoje o quarto maior país do mundo consumidor de jogos eletrônicos, com cerca de 45 milhões de jogadores, mas ainda bem atrás dos 145 milhões dos Estados Unidos.
A tendência, de acordo com a pesquisa é de crescimento dos jogos online, onde diversos jogadores se conectam entre si para a disputa de partidas de forma remota. Mas o país ainda se ressente da falta de empresas nacionais que atuem no setor. “A entrada de novos atores encontrará barreiras financeiras, com a baixa possibilidade de obtenção de investimentos que viabilizem a implantação e expansão de novos negócios”, diz um trecho da pesquisa.
Campeonato de Games ( Video Games )
Arrow
Arrow
Brasil Game Cup Rio 2017 - Foto Fábio Gonçalves
ArrowArrow
Slider