Nota Preta

IV CURSO DE EXTENSÃO MÍDIA, VIOLÊNCIA E DIREITOS HUMANOS.

O Núcleo de Estudos de Políticas Públicas A Direitos Humanos (Nepp-DH) da UFRJ abre inscrições para o IV Curso de Extensão Mídia, Violência e Direitos Humanos. O objetivo é promover um espaço de troca de conhecimentos e experiências entre a universidade e moradores de favelas e periferias, lideranças comunitárias, comunicadores populares e profissionais com atuação nesses territórios para debater as formas de representação da violência e dos direitos humanos na mídia empresarial e as alternativas a essa representação na mídia independente.

A quarta edição do curso é elaborada e organizada por um coletivo de pesquisadores, professores, profissionais, especialistas e estudantes que atuaram ou de alguma forma contribuíram nas edições anteriores ou se reuniram na formação da rede que hoje discute de forma permanente as questões relacionadas ao tema. A proposta é ampliar este grupo, abordar cada vez mais perspectivas e aprofundar as reflexões. A coordenação é do jornalista Pedro Barreto, doutor em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação (ECO) da UFRJ.

As aulas, em formato de mesas temáticas, acontecem nos seguintes dias: 9, 16, 23 e 30 de agosto e 6 e 13 de setembro, sempre das 18h às 21h, no Auditório do Nepp-DH (3º andar do prédio Anexo do CFCH, no campus universitário da Praia Vermelha). Os temas abordados serão:

Dia 9/8 – Mídia hegemônica e violência.

Dia 16/8 – O extermínio da juventude negra.

Dia 23/8 – Violência de gênero (contra mulheres, gays, lésbicas, bissexuais, trans e demais gêneros).

Dia 30/8 – Cárcere e jovens em conflito com a lei.

Dia 6/9 – Comunicação comunitária e mídia independente.

Dia 13/9 – Violência no campo e nas periferias.

Para se candidatar, basta enviar um email para mvdh@nepp-dh.ufrj.br contendo nome, endereço, profissão e os motivos pelos quais tem interesse em participar (até três linhas), até o dia 21 de julho. São oferecidas 50 vagas. Haverá lista de espera. Os alunos que concluírem 75% de frequência receberão certificados.