Novatos ganham espaço na equipe de Renan Dal Zotto

De CBV

O Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), é conhecido por todos. O central Otávio, o líbero Thales, o ponteiro Rodriguinho e o levantador Murilo Radke já estiveram pelas instalações do centro de treinamento por diversas vezes em seleções de base ou de novos. Mas, desta vez, a oportunidade oferecida pelo técnico Renan Dal Zotto colocou esses jovens atletas na disputa da Liga Mundial pela primeira vez.

A seleção brasileira está em ritmo final de preparação para a competição que terá início no dia 2 de junho. A equipe faz os últimos treinos no CDV e viaja no próximo domingo (28.05) para Pesaro, na Itália, onde vai enfrentar as seleções da Polônia, Irã e os donos da casa na primeira semana da Liga Mundial. O clima é de foco total, dedicação e, acima de tudo, satisfação.

Um dos mais felizes é o central Otávio, que, apesar de estar pela primeira vez com a seleção adulta, chega com a experiência de ter sido titular do seu time, Funvic Taubaté (SP), em toda a Superliga e de ter sido vice-campeão na última temporada. A experiência de estar treinando ao lado de 10 campeões olímpicos, sendo três na sua posição – Maurício Souza, Lucão e Éder – está sendo valorizada.

“Primeiro, é uma felicidade imensa ter sido convocado. Sei que tenho que treinar muito, ralar e é isso que está acontecendo. Os treinos estão puxados e isso é muito bacana. Estou procurando evoluir e aprender o máximo possível desde que cheguei aqui. O Renan me deu essa oportunidade e vamos ver se vou ter essa chance também em alguns jogos. Espero entrar tranquilo e conseguir corresponder a expectativa”, disse Otávio.

Campeão mundial na primeira edição do campeonato sub-23, o central falou sobre a intensidade dos treinamentos com a seleção. “É a minha primeira convocação para a adulta, mas já estive aqui na base, na seleção de novos e conheço o ritmo do trabalho. Sei o quanto é puxado, principalmente agora que temos pouco tempo até a estreia na Liga Mundial. Temos um grupo sensacional, todos muito bacanas e estou realmente muito feliz por fazer parte desta seleção”, afirmou Otávio.

Outro novato na seleção brasileira adulta, o ponteiro Rodriguinho, jogador do campeão Sada Cruzeiro (MG), garante que está se sentindo em casa. “Já tinha trabalhado com alguns dos mais velhos que estão aqui, então não enfrentei nenhum problema para me adaptar nesse sentido. Já conhecia a maioria. O clima é bom sempre. Agora, assumi a posição de mais novo da seleção e o convívio com jogadores mais experientes está sendo maravilhoso e só tende a ser bom para mim”, garantiu Rodriguinho.

E se a satisfação por parte dos atletas é evidente, a situação é exatamente a mesma em relação ao treinador. Renan Dal Zotto é só elogios ao grupo de 18 jogadores que comanda nesta segunda semana de treinamentos no CDV.

“Estou muito satisfeito com os novos que chegaram aqui na seleção, mas que são jogadores que já têm experiência importante na Superliga, com finais, títulos. Eles chegaram aqui e não sentiram esse peso. Internamente, eles podem até sofrer com alguma pressão, mas já mostraram que sabem conviver com isso. O time recebeu todos de braços abetos e, com isso, a situação fica bem mais leve”, comentou Dal Zotto.

O treinador ainda falou sobre o ganho obtido neste final da segunda semana de trabalho com os 18 convocados para a seleção brasileira.

“As duas semanas em que estivemos aqui com o grupo completo foram bem bacanas, tivemos dias bastante interessantes, e estou satisfeito com o rendimento dos mais experientes e dos que chegaram agora, especialmente pelo que foi apresentado até agora neste curto espaço de tempo”, concluiu Renan Dal Zotto.