Pescadores e maricultores concluem Curso de Formação de Aquaviários

Foto: EBC

Marcos Bedin- SC

As duas primeiras turmas de pescadores e maricultores que participaram dos Cursos de Formação de Aquaviários – Grupo Pescadores (CFAQ-III M/C N1) para Aquaviários do 3º Grupo – Pescadores, Seção de Convés, com inscrição na categoria Pescador Profissional (POP), no nível de habilitação 1 recebem as carteiras de habilitação nesta quinta-feira (31) durante a cerimônia de encerramento na Capitania dos Portos de Santa Catarina (CPSC). As entregas para as duas turmas serão realizadas pela manhã às 10 horas e no período da tarde às 14 horas.

O curso  foi viabilizado por meio de  Termo de Cooperação Técnica e Financeira firmado entre o Sistema FAESC/SENAR-SC, a CPSC, o Sindicato Rural de Florianópolis e o Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis (IGEOF). De acordo com normas da Diretoria de Portos de Costas é requisito imprescindível que os alunos sejam indicados por entidade representativa da classe.

A entrega das carteiras de habilitação será efetuada pelo Chefe do Departamento de Segurança do Tráfego Aquaviário, Capitão de Fragata (RM1) Mello. O Sistema FAESC/SENAR-SC será representado pelo Sr. Pedro Cavalheiro de Almeida, Presidente do Sindicato Rural de Florianópolis e pela Sra. Estela Macedo, da Área Técnica do SENAR-AR/SC e o Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis (IGEOF) pelo diretor geral, Luiz Carlos Padilha. “O objetivo desse curso é oferecer qualificação a pescadores e maricultores a fim de habilitá-los para o exercício profissional das capacidades previstas nas Normas da Autoridade Marítima”, observa o presidente do Sistema FAESC/SENAR, José Zeferino Pedrozo.

O curso possui carga horária total de 112 horas-aula as quais foram desenvolvidas pela Capitania dos Portos de Santa Catarina, totalizando 22 dias úteis já contabilizado o tempo de realização das provas escritas, aulas práticas e tempo reserva. Destas duas primeiras turmas 67 profissionais saem habilitados para exercer as atividades profissionais na maricultura e na pesca de forma segura, possibilitando a permanência na vida laboral e melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta