PM e Bombeiros divulgam esquema de segurança para o Carnaval no Rio

Foto Divulgação

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro mobilizará, de forma extraordinária, 17.110 policiais em todo o estado para garantir a segurança durante o Carnaval deste ano. Planejada pelo Estado Maior Geral da Corporação, a Operação Carnaval 2018 começa na sexta-feira (09/02), estendendo-se até quarta-feira (14/02). O esquema especial não deve afetar as atividades de rotina nem o reforço no policiamento da Rocinha.

Como aconteceu nos anos anteriores, a área da Cidade Nova, onde estão localizados o Sambódromo e o Terreirão do Samba, receberá atenção especial, principalmente durante a noite e madrugada. Neste ano, estão escalados 794 policiais militares para atuar nesta região da cidade, de 8h de sexta-feira até as 8h de quarta-feira. Serão empregados nesta área 47 carros, posicionados em pontos estratégicos.

Segundo a PM, o policiamento a pé será feito em locais de grande concentração de foliões, desfiles de escolas de samba e blocos populares. De acordo com o plano, 2.130 policiais estarão dedicados a acompanhar os desfiles dos nove maiores blocos. Os desfiles das demais agremiações de rua serão policiados pelo efetivo empregado no plano geral.

O Regimento de Polícia Montada (RPMont) atuará no entorno do Sambódromo, nos Arcos da Lapa e no Aterro do Flamengo, além de reforçar a Operação Praia. O Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) terá esquema especial para garantir o atendimento aos visitantes, atuando com policiais bilíngues nos principais pontos turísticos, como rodoviária, aeroportos e Sambódromo.

Bombeiros

Por sua vez, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ) também inicia, nesta sexta-feira (09/02), a Operação Carnaval 2018. No Sambódromo e entorno, 152 militares reforçam a segurança nos dias de desfile. carros de atendimento pré-hospitalar e de combate a incêndio estarão posicionados em locais estratégicos. Outros 24 bombeiros estarão organizados em grupos de intervenção rápida em diferentes pontos da cidade.

Equipes serão distribuídas na concentração da Passarela do Samba, no Juizado de Menores, na Tribuna de Imprensa, na Rua Benedito Hipólito, em todos os setores (arquibancadas, fundos e frisas) e na dispersão. Os bombeiros estarão a postos para, entre outras ações, operarem o sistema de hidrantes e canalização preventiva da Sapucaí em caso de ocorrências.

Além do expediente de serviço diário dos quartéis de todas as áreas, a corporação vai reforçar, ainda, a prevenção em mais quatro pontos da capital: Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, onde acontece o desfile das escolas de samba dos grupos B, C, D e E; no Centro da Cidade, na Zona Sul e na Barra da Tijuca, onde há desfiles de blocos diversos.

Fonte: Governo do estado

Edição: Wagner Sales

Deixe uma resposta