Policial Rodoviário Federal é assassinado no Amapá

O policial Paulo Sérgio Costa Barbosa Dias foi baleado durante tentativa de assalto enquanto aguardava, em seu veículo, momento de travessia de balsa no Rio Jari, próximo à cidade de Laranjal do Jari, no Amapá. Ele reagiu a um assalto trocando tiros com os bandidos, mas foi atingido no tórax. Socorrido por populares, que o levaram para o hospital estadual daquele município, ele chegou a ser operado, mas morreu por volta das 03h25 desta sexta-feira (03/11).

Lotado na Superintendência da PRF no estado do Amapá, Barbosa tinha 35 anos e ingressou na Polícia Rodoviária Federal em 2012. No momento do assalto estava acompanhado de sua noiva, que saiu ilesa do episódio.

Em nota, a PRF lamentou o assassinato do policial. Segundo a Polícia Rodoviária, “somos o que somos justamente no objetivo de combater e prevenir esse tipo de situação onde a violência prevalece sob os direitos da sociedade.“ A PRF diz ainda que “estamos mobilizados com a Polícia Militar do estado do Amapá na captura dos bandidos que assassinaram o Policial Rodoviário Federal, mas sabemos que, mesmo com o êxito na captura, não haverá extinção ou diminuição da dor dos parentes e amigos de Paulo Sérgio Costa Barbosa Dias.”

O policial Paulo Sérgio Costa Barbosa Dias foi baleado durante tentativa de assalto enquanto aguardava, em seu veículo, momento de travessia de balsa no Rio Jari, próximo à cidade de Laranjal do Jari, no Amapá. Ele reagiu a um assalto trocando tiros com os bandidos, mas foi atingido no tórax. Socorrido por populares, que o levaram para o hospital estadual daquele município, ele chegou a ser operado, mas morreu por volta das 03h25 desta sexta-feira (03/11).

Lotado na Superintendência da PRF no estado do Amapá, Barbosa tinha 35 anos e ingressou na Polícia Rodoviária Federal em 2012. No momento do assalto estava acompanhado de sua noiva, que saiu ilesa do episódio.
“e
Em nota, a PRF lamentou o assassinato do policial. Segundo a Polícia Rodoviária, “somos o que somos justamente no objetivo de combater e prevenir esse tipo de situação onde a violência prevalece sob os direitos da sociedade.“ A PRF diz ainda que “estamos mobilizados com a Polícia Militar do estado do Amapá na captura dos bandidos que assassinaram o Policial Rodoviário Federal, mas sabemos que, mesmo com o êxito na captura, não haverá extinção ou diminuição da dor dos parentes e amigos de Paulo Sérgio Costa Barbosa Dias.”

Deixe uma resposta