Prefeitura depende de estudos para definir reajuste nas tarifas de ônibus do Rio

A empresa PricewaterhouseCoopers (PWC) deve apresentar à Prefeitura do Rio, em seis semanas o estudo técnico para apontar o ponto de equilíbrio da tarifa de ônibus da cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Marcelo Crivella, após encontro com empresário do Rio Ônibus, nesta terça-feira (05/12).

O prefeito disse aos empresários do setor de transportes públicos que somente após esse estudo apresentará os resultados à Justiça para que a Prefeitura possa definir uma tarifa justa.

“Acabei de fazer uma reunião com os representantes das companhias de ônibus e acertamos que vamos concluir os estudos técnicos para termos a tarifa justa. Uma tarifa que seja adequada com os melhores serviços e melhor qualidade para o povo da nossa cidade. Vamos continuar as conversas e, sobretudo, concluir os estudos científicos”, afirmou o prefeito, após a reunião em seu gabinete, no Centro Administrativo São Sebastião (CASS).

Crivella propôs ao presidente do Rio Ônibus, Cláudio Callak, a realização de novos encontros para acompanhar os estudos técnicos da PWC. Também participaram da reunião o vice-prefeito e Secretário Municipal de Transportes, Fernando Mac Dowell; o presidente do consórcio BRT, Jorge Dias; e o presidente do consórcio Santa Cruz, Alexandre Colonese.

Deixe uma resposta