Prefeitura do Rio e Governo do Estado continuam com operação integrada na Central do Brasil

A Prefeitura do Rio e o Governo do Estado prosseguem com a operação conjunta de ordenamento urbano na Central do Brasil e entorno. Iniciada na última sexta-feira (26/05), sob coordenação da Polícia Militar e da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a ação que agora entra na fase de manutenção do solo terá redução de efetivo, mas continua com equipes dos outros nove órgãos municipais que estão desde o início. A decisão foi anunciada na noite desta segunda-feira (29/05) em reunião no Centro de Operações Rio (COR) que definiu que a Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio, braço avançado da Seop) e a PM vão organizar uma ação social esta semana na região. E mais: haverá avalição diária para conferir a necessidade de readequação dos efetivos e de outras ações sociais visando à aproximação da comunidade com as forças de segurança.

A ação social começará com a apresentação da Banda de Música da GM e do Showdog do Grupamento de Cães de Guarda (GCG), o que pode acontecer já nesta quarta-feira. Conduzido pelo subsecretário de operações da Seop, Luis Claudio Laviano, o encontro contou com o coronel Maurício Silva, comandante do 5º BPM; o inspetor José Ricardo Soares, diretor de operações da GM-Rio; e profissionais de todos os demais órgãos que seguem atuando na Central do Brasil. Participaram ainda representantes do VLT, Metrô, Terminal Américo Fontenele e Supervia, concessionárias de serviço de transporte que atuam no local e vão colaborar com informações e também buscar integração com a comunidade por meio de ações sociais.

Até esta segunda-feira, a operação resultou no recolhimento de quase 4 mil mercadorias de ambulantes ilegais e 27 toneladas de lixo, com 59 veículos infracionados e 33 removidos. Dois carros furtados abandonados na área da Central foram recuperados e a Assistência Social realizou 57 abordagens de pessoas em situação de rua, com 25 acolhimentos. A operação envolveu ainda a Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), Vigilância Sanitária, Comlurb, Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF), Coordenadoria de Gestão do Espaço Urbano (CGEU) e Superintendência do Centro, Polícia Civil e Centro Presente.

Fonte: Prefeitura Rio