Refinaria de Pasadena é colocada à venda pela Petrobras

Refinaria Pasadema - Foto EBC

A Petrobras anunciou nesta terça-feira, que colocou a venda a refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Através da afiliada Petrobras America Inc., o negócio inclui não só a refinaria, com capacidade de processamento de petróleo de 110 mil barris por dia e de armazenamento de 5,1 milhões de barris de petróleo e derivados mas ainda o terminal marítimos, a logística e os estoques associados. Também está sendo colocado à venda o terreno localizado no canal marítimo de acesso a Houston (Houston Ship Channel), para oportunidades de expansão futura.

A compra da refinaria, em 2006, chegou a levantar suspeitas de superfaturamento e evasão de divisas na negociação. Na época, quem presidia o conselho de administração da Petrobras, que deu o aval a operação, foi ex-presidente Dilma Rousseff.

O negócio foi um dos motivos que apontaram o esquema de corrupção existente na estatal que acabaram sendo revelados pela Operação Lava Jato. Em delação premiada, o ex-diretor da área internacional da companhia, revelou que houve pagamento de propina na compra da refinaria.

Deixe uma resposta