Supervulcão ameaça EUA

Os cientistas alertam que a atividade do supervulcão de Yellowstone poderá crescer e que, se entrar em erupção, pode acabar com os Estados Unidos.

Por agora, os especialistas falam que há 10% de chances de que o supervulcão que ameaça o Parque Nacional de Yellowstone, no norte do país, tenha uma erupção de categoria 7, a mais alta.

Michio Kaku, famoso físico teórico norte-americano, afirmou para a Fox News que o perigo que o país enfrenta poderia “pôr para fora as entranhas dos Estados Unidos”.

“A quantidade de lava que há sob o parque nacional resultou ser duas vezes maior do que os cientistas pensavam no início”, reconhece Kaku.

Os supervulcões são cem vezes mais potentes que os vulcões normais e não só são capazes de acabar com as vidas de milhões de pessoas, mas de civilizações inteiras. Se o supervulcão de Yellowstone chegar a explodir, toda a América do Norte seria destruída, a Terra seria coberta de fumo e atingida pelo “inverno vulcânico” durante vários anos.

A atividade sísmica deste vulcão começou no dia 12 de maio, quando 30 terremotos surpreenderam os habitantes de Yellowstone.

Fonte: Sputnik