Taxi se torna patrimônio cultural da cidade do Rio de Janeiro

O prefeito Marcelo Crivella assinou nesta segunda-feira (29/05) decreto que reconhece o serviço de táxi comum, amarelo e azul, como patrimônio cultural da cidade. A iniciativa marca o lançamento da plataforma de mobilidade Táxi.Rio, que permitirá à prefeitura, taxistas e cidadãos uma melhor gestão do serviço na cidade.

Crivella, que já foi taxista, ressaltou que a chegada dos aplicativos prejudicou os taxistas já que a categoria perdeu pela metade o faturamento mesmo trabalhando mais horas.

– Quero que vocês saiam daqui com a certeza de que vocês são nosso patrimônio, e vamos incentivar o uso desse patrimônio. Com a plataforma agora podem ser também fiscais da prefeitura – disse o prefeito, acrescentando que o governo vai trabalhar para que o Taxi.Rio ofereça wifi grátis para os clientes.

Além do prefeito, participaram do lançamento o vice-prefeito e secretário municipal de Transportes, Fernando Mac Dowell, e o presidente da Empresa Municipal de Informática (Iplan-Rio), Fábio Pimentel.