Woody Allen se preocupa com a “caça às bruxas” de Hollywood

Rua Judaíca

O cineasta Woody Allen disse, no domingo, que o escândalo de má conduta sexual que derrubou o mongol de Hollywood Harvey Weinstein foi “muito triste” para todos os envolvidos, mas que ele está preocupado com as alegações que levem a uma “caça às bruxas”. “Toda a coisa de Harvey Weinstein é muito triste para todos os envolvidos”, disse Allen à BBC em uma entrevista. “Trágico para as pobres mulheres envolvidas, triste por Harvey por sua vida estar tão desarrumada”, lamenta.

Allen tem enfrentado alegações de impropriedade sexual, há anos. Sua filha adotiva, Dylan Farrow, acusou Allen de abusar sexualmente dela como criança. Seu irmão Ronan Farrow – um jornalista que publicou uma série das alegações contra Weinstein na New Yorker, na semana passada – apoiou suas afirmações. Allen negou as acusações. No final da década de 1980, Allen teve um caso com Soon-Yi Previn, a filha adotiva de sua namorada na época, a atriz Mia Farrow. Os dois se casaram mais tarde.